sexta-feira, 29 de junho de 2012

CONTÍNUO PROCESSO ASCENSIONAL - ANAEL - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem
 
 
 
 

Por que, se “tudo está consumado”,
o processo ascensional
parece continuar?


Bem Amado, tudo está consumado nos outros Planos.

Nós jamais dissemos que tudo estava consumado no Plano onde vocês estão, senão vocês não estariam mais aí.

O processo que resta a realizar é, justamente, essa Passagem do individual ao coletivo (dependendo, aí também, muito amplamente da Terra), mas, efetivamente, tudo está realizado.

Somente o olhar da personalidade ainda presente e a interrogação intelectual privam-nos, talvez, ainda, da Vivência direta daquele que está no Coração e que não se coloca mais a questão de qualquer expectativa, porque ele já realizou sua Unidade.
Apenas aí (como nós o dissemos) para Enxamear a Luz, Irradiar a Luz e permitir aos seus Irmãos e Irmãs viver a Graça e a Comunhão.

Para eles, tudo já está realizado, que esse mundo desapareça (no sentido da Luz, como eu disse) em um dia, em um ano, ou pouco importa o tempo, porque estes seres já vivenciaram sua Liberação: eles estão na Unidade e no Estado de Ser (e eles são cada vez mais numerosos sobre esta Terra).


Arcanjo Anael
13-11-2011





Rendo Graças às fontes:
 
 
 

quinta-feira, 28 de junho de 2012

O PLANETA GRELHA, HOJE - AÏVANHOV - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem






A partir de hoje,
como se vai organizar
o planeta grelha?


Isso, é preciso perguntar à Terra e ao Sol.

Porque o planeta grelha, tem muitos elementos que intervêm.
Tem, de cada vez, o que vocês chamam de erupções solares, tem raios gama que vem de um lugar preciso que é chamado a constelação de Órion (e, em particular, de Bételgeuse).

Vocês têm, também, os raios gama que vem de outras constelações, em particular, daquela que é denominada a Serpente (a 13ª constelação).

Tudo isso se vai conjugar, num dado momento em que os corpos planetários vão chegar.
Mas, agora, isso é, também, função da resposta da Terra.
Porque o Sol e a Terra estão em ressonância permanente, em afinidade.

Não se deve acreditar que somente o Sol agita a Terra.

Os planetas, também, agitam o Sol.


Omraam Mikhaël Aïvanhov
11-04-2012





Rendo Graças às fontes:
Tradução: Cristina Marques e António Teixeira
 
 
 

quarta-feira, 27 de junho de 2012

O ABSOLUTO DE MANEIRA "AUTOMÁTICA" - BIDI - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





Se não há nada a fazer,
por que o Absoluto não chega
de maneira mais “automática”?


Porque a FONTE (como o Absoluto) respeita o que você crê,
o que você pensa e não pode interferir.

O Absoluto está sempre presente.

Mas ele se torna presente a você, a partir do momento em que você estiver vazio de si, e não antes.

O Absoluto (se o pudéssemos supor, o que é absurdo) que fosse querer se estabelecer, a todo custo, para restaurar Sua Verdade Absoluta, entraria em negação.

Todos aqueles (todas as Consciências confinadas) que aderem ao livre arbítrio, são Livres para vivê-lo.

Enquanto eles quiserem permanecer na experiência, na projeção, eles são Livres.

O problema, ligado ao confinamento, é que o conjunto dessas crenças e dessas vontades de experiência, construiu um muro, cada vez mais impermeável, que vocês, em parte, fizeram desmoronar.

O Absoluto já está aí, é claro, além de toda falsificação e de toda alteração.

Nenhuma vida poderia ser manifestada sem esse princípio de respeito.

Mas é a Consciência que ela mesma se distanciou, em seguida, do Absoluto, fazendo o jogo da falsificação.

Tornar-se Autônomo e ser Liberado é superar ao mesmo tempo a noção de culpa (consigo, como com a Terra ou como com o outro) e, também, Transcender toda noção de responsabilidade.

O Absoluto não é uma Consciência, seja qual for.


Bidi
13-04-2012





Rendo Graças às fontes:
Tradução: Cristina Marques e António Teixeira
 
 
 
 

terça-feira, 26 de junho de 2012

ESTAR MAIS CONSCIENTE - ANAEL - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





 Há um meio de
estar mais consciente?


Bem amado, o objetivo não é estar consciente,
mas estar para além da consciência.

Toda consciência é tributária e dependente de uma personalidade ou de uma individualidade.
A Consciência não distanciada e não separada, denominada a Realização do Si, é uma abertura para o não-Si.

O objetivo não é reforçar a consciência. Enquanto há consciência, há um observador, há um testemunho. Enquanto há um observador ou enquanto há um testemunho, não pode existir o menor Absoluto.

Dito de outra forma, a consciência terá sempre medo (quer seja no seio do Si ou no seio do Ego) do seu próprio desaparecimento.

O objetivo não é reforçar o que quer que seja


Arcanjo Anael
14-04-2012





Rendo Graças às fontes:
Tradução: Cristina Marques e António Teixeira


segunda-feira, 25 de junho de 2012

AS EMOÇÕES - BIDI - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





E sobre as emoções?

Uma emoção pertence à ação/ reação.

Ela está inscrita no carma e, portanto (qualquer que seja a emoção, mesmo a mais elevada), não ficará, definitivamente, senão no seio do que é denominado o astral, o mesmo é dizer, o corpo de desejo.

O corpo de desejo é efêmero.

Nenhuma emoção pode te conduzir ao Absoluto, mesmo se tu o pensas e o crês.

Tudo separa estes dois mundos.

Absolutamente tudo.

A emoção vai criar uma aspiração para o belo, para a vontade de melhorar qualquer coisa.

Uma música que te emociona não é senão a tradução da existência de uma personalidade.

É preciso estar consciente disso.

O que não quer dizer que seja preciso suprimir as emoções porque, como para o mental, elas estão lá.

É mais agradável ver qualquer coisa de belo do que qualquer coisa de feio (segundo os critérios da pessoa).

As emoções não são as mesmas.
Mas isso não diz respeito, em nada, ao Absoluto.

Fazer da emoção um apoio para uma qualquer evolução (ou para uma qualquer transcendência) é uma mentira.

Nenhuma emoção pode conduzir ao Absoluto.

Jamais.

Da mesma maneira que o mental não deve ser mais um obstáculo, a emoção é um obstáculo ao Absoluto.

A emoção é uma imitação da Luz.
A emoção é uma cópia, má cópia, do Amor.

A emoção pode criar um estremecimento mas que não é, em nada, o estremecimento do Êxtase.

Mais uma vez, é uma imitação.

É mesmo este princípio de imitação que foi levado avante pelas religiões, pelas espiritualidades.

O Absoluto não será, jamais, uma emoção.


Bidi
13-04-2012





Rendo Graças às fontes:
Tradução: Cristina Marques e António Teixeira


EFEITOS DA UTILIZAÇÃO DO COMPUTADOR - ANAEL - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





Quais são os efeitos da
utilização do computador?


Bem amada, eu completarei o que foi dado, desde o verão passado (inverno, no hemisfério sul), por aquele que se chama IRMÃO K (Nota: IRMÃO K 07/07/2011) com relação à falsificação do Eixo ATRAÇÃO / VISÃO.

Tudo o que o olho vê, neste mundo, não é a Verdade.

Tudo o que é transmitido pelo que vocês chamam de virtual ou de tela apenas faz reforçar a opacidade da personalidade.

Enquanto vocês são seduzidos por uma imagem (mesmo aquela de um corpo, mesmo aquela de um cinema, de um filme) e, com mais razão, veiculada por uma tela (portadora, ela mesma, de uma certa onda, colorida, mas distorcida), além de um período de tempo (que é variável para cada um e que é eminentemente específico a cada um), provoca um aumento em sua opacidade.

Traduzindo-se, de maneira cada vez mais perceptível, mais ou menos rapidamente, por uma diminuição Vibratória fazendo-os entrar, cada vez mais, nas zonas de resistência.

Naturalmente, para cada um de vocês, o limite é diferente.

Naturalmente, para cada um de vocês, o fato de poder suportar isso é diferente, mas, em última análise, qualquer que seja o ponto de onde vocês partem (quanto à sua tolerância), vocês se dão conta, muito rapidamente, de que todo o princípio de visão afasta-os da Verdade e, então, fortalece a personalidade.

Isso é inexorável.

O mundo onde vocês estão é um mundo de ondas.
O mundo onde nós estamos, que se aproxima do seu, é um outro mundo de ondas.

As ondas que vocês frequentam, que vocês conhecem e que se traduzem, mesmo, pelo seu corpo, são construídas na Dualidade, na ação e reação.

O mundo que nós propomos a vocês é um mundo de ondas Unificadas onde a Transparência é a regra, onde não existe qualquer alteração ligada à percepção.

O que não é totalmente o caso no que se refere aos seus sentidos, no que se refere aos seus hábitos, quaisquer que sejam.

O objetivo da Ascensão, de maneira preliminar, para vocês, Ancoradores e Semeadores de Luz, é realizar um novo hábito.

Onde estão seus hábitos?

Eles estão nos princípios desta vida desse mundo, ou eles estão prestes a se estabelecer no Estado de Ser?

Em resumo, vocês passam mais o tempo em meio à Unidade, ou vocês passam mais o tempo em meio à personalidade?

É este princípio que está em andamento e que está em operação, no Interior de vocês como sobre este mundo.

Dessa maneira, então, cabe a vocês, respeitando sua liberdade, compreender e viver o efeito das diferentes ondas deste mundo em relação à onda da Luz.

Isso diz respeito, é claro, tanto às atrações, quaisquer que sejam (visuais ou outras, sensoriais ou outras), referindo-se também aos seus hábitos de consumo (visual, alimentar, viciante ou outro).

O limiar de tolerância irá se tornar, para cada um de vocês, cada vez mais baixo, com relação aos seus hábitos.

Cabe a vocês decidir, agora mais do que nunca: vocês querem ser Luz ou vocês querem manter as resistências e as opacidades?

A Pureza está a caminho.

Ela não é uma palavra em vão.
Ela não é um objetivo tardio.
Ela não está ligada ao novo mundo e ao estabelecimento da Consciência nesse novo mundo que chega, mas ela está bem presente, para trabalhar, em vocês, a partir de agora.

Esse é o trabalho realizado por MARIA durante as cinco semanas que ela lhes anunciou (Nota: intervenções de Maria dos dias
17, 24 e 31 de dezembro de 2011, e dos dias 07 e 14 de janeiro de 2012).

Não há melhor preparação do que se tornar totalmente Puro, totalmente Transparente.

Não por uma vontade deliberada da personalidade para se Purificar, mas, sim, pelo estabelecimento da sua consciência em meio à onda nova, colocando-os em defasagem em relação à onda antiga.

Existe, então, um limiar ou um limite, que é encontrar para cada um de vocês, enquanto tendo, desde já, consciência (se isso já não é fato) de que este limiar e este limite serão reduzidos, cada dia um pouco mais, até o momento em que vocês estarão na Pureza, quaisquer que sejam as atividades, quaisquer que sejam as reações porque vocês não serão mais referidos pelas atividades ou pelas reações.

Naquele momento, sua Consciência será deslocalizada.

Existem, para cada um de vocês, zonas particulares da consciência, colocando-os frente a esse princípio de Pureza.

Eu lembro que a Pureza não tem que ser decidida exteriormente (senão isso seria uma coação ou uma vontade pessoal), mas, sim, que ser confrontada pela própria experiência.

Deste modo, um vício, qualquer que seja, confronta-os ao seu próprio limite em relação ao vício.

Eu falo, por vício, tudo o que é, de maneira ampliada, chamado de hábito, qualquer que seja este hábito.

A onda da personalidade, a frequência Vibratória da personalidade afasta-se, cada vez mais, da frequência do Estado de Ser.

Isso representa, para vocês, o seu ‘choque da humanidade’.

É o choque do ser humano, em vocês.

Vocês são seu sofrimento?

Vocês estão identificados ao seu passado ou vocês estão identificados ao Ser que vocês são, além da ilusão deste mundo?


Arcanjo Anael
29-12-2011





Rendo Graças às fontes:
Tradução: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com



domingo, 24 de junho de 2012

SEGUNDO SOL - PROJETOR DE LUZ






Esta Sessão mostra os eventuais registros
do segundo Sol (Hercólubus*), nos céus do Planeta.
O aparecimento deste astro é (por enquanto), ocasional
por estar vindo de uma elípse  "de Baixo"
do nosso sistema solar e se alternando
por de trás da nossa Estrela.

Veja!



Assista em tela cheia e, se possível,
com qualidade máxima de 480p


(*) Hercólubus é seu sistema solar duplo.
É sua estrela que chamamos negra, se preferem,
é sua irmã do sol, que passa regularmente em
seu sistema solar e que causa certo número
de modificações específicas.
Omraam Mikhaël Aïvanhov

UM RADIANTE DOMINGO À TODOS


SOL VERMELHO E ALCYONE - ANAEL - A QUESTÃO


Rendo Graças ao autor desta imagem






A aproximação com o
Sol vermelho está em relação
com aquele de Alcyone?


Bem amada, sobre o plano astrofísico existem, obviamente, algumas modificações importantes, vindas de todas as partes dessa Dimensão.

A irradiação, obviamente, de Alcyone, denominada por seus cientistas, e chamadas conosco, de ‘a Onda Galáctica’, a chegada de Hercólubus modificando as cargas elétricas presentes nesse sistema solar, tendo já profundamente modificado seu Sol, cujo espectro de irradiação não é mais de todo o mesmo.

Da mesma maneira que vocês vivem, vocês também, seu coroamento, lembrem-se que os outros planetas o vivem também e que o Sol, aquele que é o astro que lhes permitem viver, mesmo de maneira falsificada, deve, ele também, se transformar.
Assim então, o Sol que emitia no amarelo, se aproximando da Onda Galáctica, revela um espectro associado ao ultravioleta e à Luz branca.

O Sol se tornando aparentemente mais frio e se tornando de cor mais pálida.
Sua transformação final será feita por um gigante vermelho.
Isso corresponde à chegada total da Luz, não mais somente a Onda Galáctica, mas a pressão das forças ligadas a Hercólubus.

Assim como as partículas Adamantinas e, também, o que vocês terão criado, por vocês mesmos, permitirá desencadear o que nós denominamos, com vocês, na ausência de uma palavra melhor, a ignição do Sol.
Como o sabem, outros planetas, nesse sistema solar, estão modificados.

Alguns falam mesmo de segundo Sol.
Esse termo não é de todo adequado.

Com efeito, o planeta o maior de seu sistema solar não tem a massa cinética suficiente para se tornar um verdadeiro sol, mas isso pode ser assimilado.
O importante não é isso.

Eu lembro-lhes que o importante é seu ser Interior.
As condições de suas vidas mudam.
Muitos dentre vocês vivem transformações de Consciência e de modos de vida já muito importantes.
A Terra deve fazer o mesmo.

O que vem é efetivamente importante, mas quanto mais vocês estiverem em sua Alegria, no estabelecimento de seu próprio Samadhi, mais vocês poderão trabalhar e agir no sentido do Serviço, nesse mundo.



Arcanjo Anael
29-09-2010





Rendo Graças às fontes:
http://www.autresdimensions.com
Tradução: Zulma Peixinho

sábado, 23 de junho de 2012

HIERARQUIAS NO PLANO ESPIRITUAL - AÏVANHOV - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





As hierarquias,
no plano espiritual,
existem?


Mas, isso não existe.

Há Assembleias particulares que foram nomeadas (Conclave, Assembleia dos 24 Anciãos) para funções ou ações precisas. Mas, é tudo.

Não há ninguém que vos controle e que vos diga o que fazer.
Sem isso, ela estará onde, a Liberdade?

Na minha vida, eu falei de sinarquia, o mesmo é dizer, de seres que estavam no Intraterra e que asseguraram que a Terra não fosse muito pelos caminhos da perdição.

Mas isso não é a mesma coisa.
Eles não dirigem.


Omraam Mikhaël Aïvanhov
11-04-2012





Rendo Graças à:
Tradução: Cristina Marques e António Teixeira

sexta-feira, 22 de junho de 2012

O ABSOLUTO É O ESPÍRITO PURO? - UM AMIGO - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





O Absoluto é
o Espirito puro?


O Absoluto não é absolutamente um Espirito puro.

O absoluto não pode ser compreendido por palavras, ele não pode ser definido.

Apenas quando eliminarem tudo o que ele não é, podem descobrir o que resta. Mas, em nenhum caso, o Absoluto é Espirito puro, porque considerar um Espírito puro e, na linguagem, corresponde à supressão do corpo ,da personalidade ou de uma individualidade.

O Absoluto é o conjunto do Criado e do Incriado, que é a vossa Natureza, a vossa Essência e a vossa Verdade. Se vocês não compreenderam ainda, vocês vão compreender.

Mas perguntar-me o que é o Absoluto,
mostra que vocês não perceberam por enquanto.


Um Amigo
18-02-2012





Rendo Graças à:
Tradução: Maria Luísa



quinta-feira, 21 de junho de 2012

RELACIONAMENTOS/COMPORTAMENTOS E O ABSOLUTO - BIDI - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





Relacionamentos ou comportamentos
empreendidos da dualidade neste plano
podem constituir um freio para
a realização do Absoluto?


Primeiramente,
não pode existir qualquer Realização no Absoluto.

A Realização refere-se ao ego e ao Si, mas em caso algum ao Absoluto.

Nenhuma manifestação dual pode contrariar, frear ou bloquear o Absoluto.

Você come.
Toda a fisiologia deste corpo é fundamentada na dualidade.
Toda a fisiologia das emoções e do mental é fundamentada na dualidade.

Nenhum elemento deste corpo ou dos seus envelopes sutis pode alterar, de maneira alguma, o que É.

Pensar e conceber que há uma tarefa a cumprir, um caminho a seguir, um yoga a praticar, é da competência da personalidade e do ego, jamais do Absoluto.

Os yogas, quaisquer que sejam, conduzem-nos ao Si que é eventualmente para Realizar.
Mas o Absoluto jamais será uma Realização, mas, sim, a Liberação de todo yoga e de toda dualidade.

O que não consiste em negar a dualidade enquanto esta forma (este corpo), esta pessoa, esta presença nesta ilusão.

Trata-se, então, sim, de uma transcendência e de maneira alguma pode tratar-se de uma transformação.
Acreditá-lo é uma enganação do ego.
Você não pode transformar o que é limitado e acreditar que a imperfeição vai se tornar perfeita.

A perfeição não é deste corpo, nem desse mental, nem da sua própria vida.
Ela é o Absoluto.

Considerar que algo pode alterar ou impedir o Absoluto é um fingimento.
É o próprio ego que atua para acreditar que ele será melhor amanhã.

Ele o será, talvez, ele o será, certamente, mas o que ele vai ganhar?
Melhorar a saúde, melhorar a respiração, melhorar as angústias, há um busca desesperada por um ser melhor ou por um bem-estar, mas nenhum ser melhor e nenhum bem-estar o farão descobrir o não Ser.

Ele irá afastá-lo também, certamente, como o mal-estar.
São estratégias, elaboradas pelo ego, para fazê-lo crer que há algo a buscar, algo a melhorar, algo a praticar que vai fazê-lo se aproximar, mas, no final, você se afasta.

Obviamente, a pessoa (o ego) vai ficar satisfeita por sentir menos dor, por estar menos angustiada, por viver melhor e por mais tempo, ou diferentemente, mas isso estritamente de nada serve.
O que não quer dizer por aí para pôr fim à ilusão, mas, sim, para estar consciente e lúcido do que isso é: apenas uma ocupação, apenas um passatempo.

Então, aí também, ocupe, se você quiser, o seu mental e o seu corpo, mas aceite o princípio de mistificação e de ilusão.

Alimente este corpo quando ele tiver fome, dando-lhe de beber quando ele tiver sede.
Você não chegaria a imaginar refutar a fome e a sede e, no entanto, será que satisfazer a fome e a sede deixa o Absoluto aparecer?
Ele não é do mesmo nível do mental.

Você pode alimentá-lo de todas as maneiras, você pode dar-lhe a ler e, portanto, regá-lo de todo conhecimento, você apenas fará reforçar a sua própria ignorância do Absoluto.

Isso é apenas o jogo do ego e do mental que, de maneira duradoura e incessante, quer fazer crer que você vai ali chegar.

Mas você não pode ali chegar já que não há parte alguma aonde chegar.
E se houvesse um destino a chegar, bem, isso significaria, simplesmente, o fim do ego.

Você conhece um ego que queira morrer por si mesmo, se isso não for pela porta da morte?
O Absoluto não se ocupa absolutamente deste corpo, absolutamente do que você busca, absolutamente do que você crê ou espera.

Ele não tem o que fazer, de forma alguma, dos seus próprios gestos.
São apenas movimentos que nada trazem à paz e à imobilidade.

São, portanto, realmente, gestos que vão, simplesmente, atrair a consciência.
O Absoluto não tem o que fazer de tudo isso: ele está instalado em cima, embaixo, por toda parte, além de todo espaço, de toda eternidade.

Nada há de pior do que crer que você será Liberado porque você busca a Liberação.
Porque, em última análise, você está Liberado, desde toda Eternidade, mas simplesmente você não o sabia.

Não há, portanto, aí tampouco, que rejeitar o que quer que seja, mas, sim, que transcender todos esses aspectos que são apenas véus e máscaras colocados no Absoluto.

É preciso, então, cessar toda projeção do que quer que seja.
A partir deste instante, então, o Absoluto irá aparecer para você.

Mas é preciso cessar a presunção de crer que há algo a buscar, algo a Realizar e mesmo algo a Liberar.

Se você fizesse calar todas essas pretensões, então, o não Ser seria a única possibilidade.
Lembre-se de que você é efêmero no que você acredita, que isso seja os pensamentos que passam, ou mesmo este corpo que nasceu e que retornará à terra.

Será que você é este corpo?
Será que você é o que é efêmero?
Será que você é a sua busca?
Será que você é as suas práticas?

No final, o que você é?

Se você for capaz de viver o que você era antes de ser este corpo (além de todo corpo de qualquer vida passada que pertencia à personalidade, de maneira irremediável), bem, instantaneamente, o Absoluto estaria aí porque ele sempre esteve.

Você não pode se apropriar seja do que for porque você É isso.
Você não pode possuir o que você É.

É apenas o ego que o faz crer nisso.


Bidi
08-04-2012





Rendo Graças à:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1401
Tradução: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com


quarta-feira, 20 de junho de 2012

VIVER MAIS A ALEGRIA E SIMPLICIDADE - BIDI - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





Como viver mais a
alegria e a simplicidade?


A alegria e a simplicidade fazem parte
da sua Essência e da sua natureza.

Aí, tampouco, não há que cultivá-la porque esta alegria está presente.

Somente a distância que você coloca, e a ignorância que você ali coloca, podem representar o que é vivenciado como uma ausência de alegria.
Nada há de mais simples do que o Absoluto.

O que é complicado é o mental e o ego porque eles elaboram, permanentemente, estratégias, eles elaboram, permanentemente, condutas, regras a observar, contextos e limites (quaisquer eu sejam esses contextos e esses limites).

Eles tentam construir uma simplicidade, preservando-se da complexidade deste mundo, crendo conhecê-lo, crendo senti-lo.

Mas absolutamente nada deste mundo é absoluto e, no entanto você é Absoluto.
A alegria decorre do Êxtase.
A alegria é a manifestação do Si, do Samadhi.
A simplicidade está também presente no Samadhi.

Isso lhe permite se aproximar e viver, pela experiência e por momentos, a não separação.
Mas você permanece inscrito na separação e, portanto, a simplicidade parece partir, como a alegria parece partir.
Não é nem a alegria, nem a simplicidade que partem, mas é, sim, você que parte de você mesmo.

A alegria e a simplicidade sempre estiveram aí.

O único movimento é aquele do ego, o único movimento é aquele do mental e das emoções que se desenrolam e se sucedem em um tempo linear.

Não há, portanto, nada a cultivar, não há, portanto, nada a buscar que já não esteja aí, porque, se você fala da alegria a cultivar, você considera já, então, a não alegria e, portanto, a outra extremidade está presente em você.

Não há extremidade.

Considere que a alegria não pode ser uma experiência situada entre dois períodos de não alegria, mas que é um estado que resulta diretamente do que você É e tudo irá mudar para você.

Quanto à simplicidade, ela consiste, simplesmente, em estar em paz, em não dar corpo ao que quer que seja mais, em não nutrir o que quer que seja mais.

O Si e o Absoluto são uma transcendência total, aí também, do que você nomeia alegria e simplicidade porque o Absoluto não pode se referir (mesmo sendo simples) a qualquer coisa que fosse complicada e a uma alegria que implicasse uma não alegria.

Esta alegria está, portanto, além de toda alegria: é por isso que não é mais sábio nomeá-la êxtase ou íntase.
O ego irá se conservar sempre nesta dualidade de conceito e de experiência.
Ele mantém, portanto, a linearidade.
O Absoluto é a saída da linearidade.
O Absoluto é a sua natureza, a sua essência.

Não há, então, que buscar ou que cultivar qualquer alegria, qualquer simplicidade porque, se você chegar a permanecer totalmente à escuta e a ouvir, além de todo tempo, a partir desse momento, o Absoluto está aí porque ele vem a você.

Querer a alegria, querer a simplicidade, é já considerar que ela não está presente.
Mas você é a alegria e você é a simplicidade.

A distância resulta simplesmente da sua história e das suas experiências passadas onde a lembrança e o desejo competem, em você, para ocupar a frente do palco.

Mas isso é apenas um palco, isso é apenas uma representação, uma projeção, que não tem qualquer substância, nem mesmo a menor realidade.

Isso é para descobrir por si mesmo porque ninguém pode dizê-lo, ninguém pode fazê-lo viver: há apenas você e você sozinho que pode atualizá-lo.

No final, deixe este corpo viver, deixe os seus pensamentos viverem, deixe-os trabalhar.
Será que você se coloca a questão quando você come um alimento para saber se ele vai fazer o que ele tem que fazer?
Não: isso se faz.

Aja do mesmo modo para o que você considera ter que fazer nesta vida.
Não se implique ali, mas faça-o.
Olhe você agir e depois se coloque a questão de quem olha.

Será que você é este corpo que absorve um alimento?
Será que você é esse mental que se coloca a questão do efeito do alimento?
Ou será que você É outra coisa?

Elimine, também, o que é da ordem do habitual (lavar-se pela manhã, mesmo se for preciso fazê-lo): você nada é de tudo isso.

Então, irá lhe aparecer, de maneira explosiva ou progressiva, o que você É.Ser o não ser.

O Absoluto não é nem um desejo, nem um objetivo, nem um caminho.
Não há nem desejo, nem objetivo, nem caminho.

Há apenas a vida que flui, que você ali participe, ou não, que você ali esteja, ou não.

Torne-se, portanto, a Vida, e o Absoluto irá aparecer-lhe
porque ele sempre esteve aí.

Bidi
08-04-2012




Rendo Graças à:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1401
Tradução: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com


terça-feira, 19 de junho de 2012

SUCESSÃO DE ÊXTASE E ANGÚSTIAS - AÏVANHOV - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem






Por que os momentos de Êxtase
e de angústias se sucedem?


Mas isso é normal.

Isso foi explicado: há um certo número de dias para que a Onda da Vida, ou Onda da Graça (enfim, não importa a denominação que vocês lhe deem), para que esses estremecimentos subam, chegando onde?

Ao nível do períneo, penetrando o períneo, então tudo o que está ligado à esfera dos órgãos genitais, no reto, na Kundalini, nos dois primeiros chacras.

Mas são nesses dois primeiros chacras que se encontra o quê?
A angústia da morte, a angústia da perda, o medo.

Não o seu medo ligado à sua história.
Mas o medo da humanidade, o medo da morte, o medo da perda, a perda do quê?
Da própria personalidade.

Então, é claro, vocês vão ficar divididos entre, de um lado, este Êxtase e, do outro lado, por vezes, esta angústia.
É um meio de posicionar-se.

Vocês não são esta angústia, vocês não são este corpo, isso acontece neste corpo.
O que vocês fazem, nesse caso?
Vocês dão peso à angústia ou vocês dão consistência à Onda da Vida?
E escolha, ela é fácil de fazer, não?

Principalmente se vocês compreenderem, pela própria vivência, muito rapidamente, que, se vocês deixarem a angústia aumentar, a Onda da Vida vai diminuir.

Se vocês se identificarem à angústia, se vocês forem persuadidos de que é a sua, se vocês forem persuadidos de que vocês não estão puros, de que vocês não estão preparados, de que a sua história confina vocês, de que vocês ainda estão na sua problemática, qualquer que seja.

Mas isso é risível.
Isso quer dizer simplesmente que, vocês mesmos, vocês dão peso ao seu passado.
E, então, se vocês são o seu passado, vocês não podem ser o seu presente.
E tudo isso é para conscientizar.
Isso pode ocorrer em cinco minutos, como necessitar de várias semanas.
Vocês querem ser o passado?
Vocês querem ser a angústia?
Vocês querem ser a sua história, a deste corpo?
Ou vocês querem ser muito mais que isso?
Vocês querem ser a Onda da Vida?
É o que lhes pergunta a Onda da Vida.

Ela não lhes pede para querer eliminar este medo, porque ele faz parte da vida, que é a sua.

Mas vocês não são este medo, vocês são o Êxtase.
Cabe a vocês escolher.


Omraam Mikhaël Aïvanhov
31-03-2012





Rendo Graças às fontes deste texto:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1401
Tradução: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com


segunda-feira, 18 de junho de 2012

RECUSANDO ESTABELECER-SE NO ABSOLUTO - IRMÃO K - A QUESTÃO

Rendo Graças ao autor desta imagem





Quando vivemos a Liberdade
ela pode se exprimir recusando
estabelecer-se no Absoluto?


Sim, porque vocês são inteiramente Livres.

E esta Liberdade não é uma recusa.O Absoluto jamais será um objetivo, nem uma etapa.
Esta é a Verdade.

Mas reconhecer a Verdade, viver a Verdade, não passa, necessária e obrigatoriamente, pelo desaparecimento terminal ou final de toda individualidade.

Vocês são o que vocês São, antes de nascer, ou depois de morrer.

E isso está presente, por toda Eternidade, em qualquer tempo e em qualquer espaço, em qualquer Dimensão.

Vocês são isso.

Irmão K
31-03-2012





Rendo Graças às fontes deste texto:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1401
Tradução: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com




Related Posts with Thumbnails