quinta-feira, 19 de maio de 2016

RESSURREIÇÃO VIII - METATRON - MAIO DE 2016

Rendo Graças ao autor desta imagem





METATRON
MAIO DE 2016




RESSURREIÇÃO VIII


Ehieh Asher Ehieh.

… Silêncio…

Eu sou Metatron.

Eu abençoo, aqui e alhures, cada coração radiante em sua eternidade.

Eu venho a vocês, neste tempo, em todo tempo como em todo lugar.
Eu sou a sarça ardente, não mais limitada na história, mas presente em cada consciência, como em cada lugar da Terra.
Eu sou o Fogo devorador e amoroso de tudo o que é falso, de tudo o que é alterado.
Eu venho, na potência do Espírito do Sol e do Coração dos anjos, abençoar e acompanhar este instante.

… Silêncio…

Cada um de vocês é chamado à mesma Ressurreição na verdade do Espírito, na verdade da Vida.

Eu sou o Fogo devorador que parece descer do céu e que vem consumir tudo o que não é eterno.
Eu sou a retidão da Fonte.
Eu sou a retidão dos organizadores de mundos e de criadores de mundos.
Eu sou a imagem da Fonte.
Tudo isso, vocês são chamados a ser o mesmo, a partir do instante em que vocês acolhem o Fogo do Espírito, sem medo, com fé e com bravura.

Eu sou o suporte do Amor e a manifestação do Amor nos tempos de resolução, nos tempos de Verdade.
E isso é agora, e isso é para sempre.
Eu venho, cercado das doze chaves e das doze Estrelas.
Eu venho, na sinfonia das vinte e quatro notas e dos sete dias e dos sete Vivos, transmitir não mais uma mensagem, mas transmitir o que grita e seu coração: a Liberdade e o Amor.
Eu venho, precedendo Cristo e realizando, com ele, a obra de Uriel, permitida por Miguel.

Eu sou a Trombeta que soa e ressoa por toda a parte sobre a Terra, por toda a parte em vocês.
Eu sou o anúncio da Ressurreição, que abre o caminho ao Apelo de Maria, que abre o caminho à Liberdade e, sobretudo, à verdade do Amor, que não sofre qualquer fragilidade, qualquer oposição, que engloba o tudo na mesma Verdade.

Eu sou Aquele que é, que foi e que será.
Eu sou a chama eterna do Amor, a radiância unificada da Fonte, que não depende de qualquer dimensão nem de qualquer consciência, mas que engloba o conjunto de consciências em manifestação, onde quer que elas estejam.
Eu sou o Paráclito, o Espírito do Sol, aquele que forja o Filho Ardente do Sol em Sua verdade, em Sua pureza e em sua incorruptibilidade.

Eu venho retificar o eixo da Terra.
Eu venho retificar os erros pela virtude do Amor e da Verdade.

Eu sou a sarça ardente que aparece em seu coração, que acende seu coração e seu Espírito, que torna possível sua Evidência, sua Ressurreição.

Eu percorro o céu, e acompanho, doravante, o Arcanjo Miguel em sua abertura dos céus, assim como de seu coração.
Eu me instalo na Porta Estreita, eu me instalo na Porta Ki-Ris-Ti, eu me instalo na Nova Eucaristia, eu me instalo em vocês, em sua nova vida, feita de Eternidade e de Alegria.

Eu sou preliminar a toda história e a toda dimensão.
Eu sou, para vocês, o inefável em ação, e aqui, nesta Terra, eu sou o menor após Cristo, que serve a Fonte de maneira inabalável e sem qualquer oposição e sem qualquer dúvida; eu venho forjar a estrutura de sua eternidade em seu corpo de Existência, em seu coração sagrado.
Eu sou o que põe fim aos seus limites, às suas errâncias, o que põe fim a todo erro.
Eu retifico o que deve ser elevado na retidão e na potência do Amor.

Eu sou o mensageiro da Fonte, Seu fiel embaixador, e é a isso que eu chamo cada um de vocês, para viver a Ressurreição a mais pacífica e a mais evidente possível.

Eu venho acompanhá-los após o Apelo de Maria, quer vocês estejam nos Círculos de Fogo, quer estejam nas tribulações, quer estejam nas embarcações.
Eu venho após o seu sozinho, iluminar seu coração, refletindo-o nele mesmo, em sua perfeição geométrica de Luz, em sua verdade de Amor indestrutível.

Eu venho irradiar a nova Tri-Unidade.
Eu venho irradiar, em seu seio, o Verbo da Liberdade.

Ehieh Asher Ehieh.

No princípio, era o Verbo, no fim, o Verbo está de retorno.
Esse Verbo que corta o que não tem mais lugar de ser na Verdade.

Eu sou o ritmo de seu coração.
Eu sou cada uma de suas células que recebe o Espírito Santo de Verdade, o Espírito do Sol e o Coro dos Anjos.
Eu os restituo ao seu DNA livre e liberado, em suas doze frequências como em suas doze fitas.

Eu sou o coroamento de sua Merkabah interdimensional, inscrevendo-me na Fonte de Cristal, na Lemniscata sagrada, no Coração do Coração, até as extremidades de seu corpo perecível, o que os restitui à eternidade da Alegria e a eternidade do que é verdadeiro.

Onde eu estou, onde você está, não há mais distância, não há mais freios, não há mais véus, não há mais erros.
Ao descer à sua humanidade, em sua humildade, em sua simplicidade, eu realizo a última obra de sua Ressurreição pelo Fogo vibral e pelo Fogo Ígneo, pelo que eu sou e pelo que vocês são; nós podemos, então, sem distância e sem reserva, entoar o canto da Liberdade, em suas doze frequências, em seus vinte e quatro tempos, como em suas sete aparências e em seus sete Vivos.

Eu sou aquele que forja os números em sua ressonância e em seu simbólico, agenciando os mundos.
Tudo isso vocês o são, também, quando todos os véus e todas as aparências são consumidos no Fogo do Amor verdadeiro.

Ehieh Asher Ehieh.

Pela muito santa Tri-Unidade, pelo Fogo ardente do Amor, pela Luz brilhante da Fonte, pela ardência do filho do Um que vocês são, pelo Filho Ardente do Sol, na sinfonia dos anjos, eu chamo, em manifestação e em presença, aquele que criou o Fogo.

Vehuiah, Vehuiah, Vehuiah.

Você, ser eterno, você, ser de pura luz, você, consciência livre ou em liberação, eu venho apor, em sua fronte como em seu coração, o grito da libertação, o grito do Amor.

Eu o convido ao Verbo eterno que canta os louvores infinitos da manifestação de toda consciência nos mundos livres e liberados.

Nestes tempos eu sou, também, o último representante dos Elementos em ação nesse mundo, atualmente, na hora presente.
Eu sou o céu que se rasga.
Eu sou a luz em seu céu, em breve.
Eu sou a Terra que palpita, para retificar-se e não mais ser alterada, por quem quer que seja.

A cada minuto, a cada sopro de sua vida, doravante, basta-lhe evocar-me, em seu silêncio interior e em seu coração.
Então, minha ardência, meu fogo ardente virá apaziguar o que tem necessidade disso, virá, também, inflar seu coração da pureza do Amor.

Eu venho conduzi-lo Àquele que lavará seu sangue nas próprias vestes Dele, removendo o que foi alterado, recolocando a vida em ordem, qualquer que seja o sentido de sua liberdade e a evolução de sua liberdade.

Eu sou o raio em seu céu, eu sou o último raio do sol que vem espancar o que deve apagar-se, para deixar a Terra prosseguir sua ronda nos espaços etéreos da Liberdade.
Eu venho colhê-lo, se você me acolhe, na Liberdade e na Alegria.
Eu venho iluminar, no mais íntimo de si mesmo, seu Face a Face e seu sozinho, consecutivos ao Apelo de Maria.

Eu conheço apenas sua eternidade.
Nenhuma história é-me conhecida, nem a sua, nem aquela dos anjos.
Eu permaneço assim, de toda a eternidade.
Eu permaneço assim, hoje, para você e para essa Terra.

Eu sou a quintessência dos Elementos ou dos Cavaleiros que se revelam em você, como sobre a Terra, neste momento.
Eu sou a nuvem que protege as embarcações da Confederação Intergaláctica.
Eu sou de toda a parte, como você é de toda a parte.
Eu sou além das linhagens, além de uma origem, porque inscrito na Eternidade.
Assim, você a descobrirá, você também, no momento do Juramento e da Promessa.

Eu venho, com força e potência, preencher o vaso de sua humildade, iluminar seu Templo, e completar a ação do Arcanjo Anael e do Arcanjo Uriel.

... Silêncio...

Eu venho tratar o que pode restar como lesão ou como ferida, pela queima do Fogo do Amor, pela queima da Verdade.
Eu venho pôr fim às palhaçadas e aos simulacros de Luz, pela potência do Amor e, unicamente, por ela, porque o Amor é, ao mesmo tempo, suavidade e a lâmina que corta o que deve sê-lo.
Eu forjo a espada de Miguel, desde sempre.

Eu sou o que percorreu, se você a viveu, a Onda do Éter que o percorreu.
Eu ponho em movimento seu Coração Ascensional.
Eu retifico o que tem que ser retificado para sua maior felicidade e para a maior das liberdades.
Eu estarei aí, onde quer que você esteja, após o Apelo de Maria, de diferentes maneiras, função de sua própria clareza e de sua própria precisão.

Você pode contar comigo, porque eu não conto, jamais, a quantidade de Amor e a qualidade do Amor em cada consciência.
Eu venho cumprir e assistir o que os profetas enunciaram, há muito tempo.
Eu porto e suporto o Fogo Ígneo e o Fogo vibral, que põe fim ao fogo do efêmero, ao fogo da Ilusão, ao fogo da avidez, ao fogo do medo.

Ehieh Asher Ehieh.

... Silêncio...

Eu o recubro, com Maria, com o manto da Graça.
Eu o assisto na abertura final de seu coração, abrindo a porta para a glória da Ressurreição, para a glória de sua eternidade.

... Silêncio...

Ouça o silêncio da Verdade.
Ouça o que eu vibro em seu coração.

... Silêncio...

Eu facilito, neste tempo da revelação da filiação, não na origem estelar, mas ligada à experiência desse mundo, bem antes de seu confinamento.

... Silêncio...

Eu respondo a cada um, no apelo à sua luz.
Eu respondo em cada lugar, em cada local onde se tenham os povos da natureza, o que facilita seu caminho para seu destino.

Eu sou a indizível Paz daquele que se reconhece e conhece-se na magnificência de KIRISTI.
Eu sou o sopro ardente da espada de Verdade.
Eu sou o servo de cada um, em seu coração.

Ehieh Asher Ehieh.

Abençoado seja o Eterno.
Abençoada seja sua eternidade.
Glória à Verdade, canto de louvor ao Amor, Graça Infinita da Ressurreição, momento incrível na dança dos mundos.

O tempo é para a libertação.
O tempo é para o seu renascimento.
O tempo é para o Verdadeiro, para a clareza, para a Evidência.

Eu selo, em seu coração, o beijo de Cristo, o beijo de Maria e o beijo de Miguel.

Eu o liberto, se você o aceita, das dores da dúvida e da incerteza.
Eu lhe ofereço a estabilidade e a Paz eterna.

Pela potência de Vehuiah, pela potência do Único, pela potência da Vida, pela potência do sem forma, eu o convido, por minha vez, à vida eterna.

Nas circunstâncias desse mundo nada há a perder, porque tudo está perdido.
Há apenas a ganhar a doação de sua eternidade, que já é adquirida e que lhe cabe reconhecer em sua vida, nas circunstâncias de sua vida, nas circunstâncias de seus passos colocados sobre essa Terra e de seus olhares colocados sobre os irmãos e as irmãs humanos da Terra.

Para cada um de vocês há o mesmo Amor, há a mesma Vida, há a mesma Eternidade.
O que quer que você creia, o que quer que você viva, ainda hoje, o que quer que você se sinta separado, não há mais nada.
Abra as portas e abra os olhos, e receba.

Ehieh Asher Ehieh.

Deixe o Fogo de alegria abrasar as escórias que o obstruem.
Libere-se de todo pensamento e de toda atração à Ilusão.
Mantenha apenas a vida.
Mantenha apenas o Amor, porque tudo ali está.

Eu venho, também, dar-lhe a ver claramente, no que ainda estava escondido, em você ou em seu exterior.
Eu venho fazer florir o sorriso de seus lábios.
Eu venho fazer eclodir o Espírito de Verdade, paramentando, então, os cenários de eternidade, de sua eternidade, o que lhe permite acolher, com suavidade e com intensidade, tanto Maria como Cristo e Miguel.
Eu venho ajudá-lo a acolher-se a si mesmo, em pleno coração de seu renascimento, em pleno coração de sua libertação.

Escute, escute o Coro dos Anjos, que não é outro que não o Coro de seu Espírito.

Assim como você o constata em cada dia de sua vida, ao nível do que é o seu, enquanto você considera que há níveis, é-lhe dado a perceber, cada vez mais, o que era, até o presente, invisível.

É-lhe dado a sentir o que, até o presente, era-lhe inacessível.
É-lhe dado a colocar-se na simplicidade de seu coração, no qual não há necessidade de questões nem de respostas, no qual só a Evidência está presente.

Isso não é reservado a esse instante, a esse momento ou a esse lugar, mas é reservado a todo o período de Ascensão da Terra.

Nestes tempos da Terra, só o Amor será importante, só o Amor será seu salvo-conduto, só o Amor será um bálsamo.
Nenhum alimento, nenhuma afeição, nenhum laço, nenhum medo poderá preencher o que quer que seja.
Só esse bálsamo do Amor será o remédio para todo problema.
E lembre-se de que, em qualquer problema que seja, eu faço apenas retificar o que deve sê-lo, pela Graça da Luz, por Sua Inteligência e por Sua potência, que nada lhe impõe, que em nada o limita, que o restitui ao seu poder e à sua verdade.

... Silêncio...

Tudo é dado.
Tudo está aí.
E absolutamente tudo se precipita para a Porta Estreita, para descobrir ou redescobrir o ilimitado da Criação, o ilimitado do Amor e a alegria da Luz.

Você, filho de alegria e filho do Eterno, o tempo de sua Autonomia, de sua Liberdade, da Ressurreição está aos seus pés e à sua porta.

... Silêncio...

Nesse momento mesmo, onde quer que você esteja, forja-se, em você, em letras de fogo, o Verbo.
Desperte.
Nunca mais você estará adormecido.

... Silêncio...

Você, o amigo e o amado, desperte.

... Silêncio...

Quaisquer que sejam o dia ou a hora e o lugar de onde você me lê e de onde você me ouve, não se esqueça, jamais, do que você é.

Ehieh Asher Ehieh.

... Silêncio...

No Amor, eu o abençoo.
No Amor, eu me ofereço a você.
No Amor, eu o saúdo.
No Fogo do Espírito, eu o consagro.

... Silêncio...

Por três vezes, eu deposito, em seu coração, o Espírito diretor do Fogo.
Vehuiah, Vehuiah, Vehuiah.

Eu estou aí, e eu estarei aí, até a sua libertação.
Você é amado, porque você é o Amor.

Até logo.



NOTA: Essa canalização é extraída de um conjunto de canalizações
que acompanharão nossa ressurreição nesse mês de maio.




Mensagem de METATRON
Maio de 2016





Agradecimento especial:
Traduzido para o Português por Célia G.
http://leiturasdaluz.blogspot.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails